Nutrição felina: Ração seca ou úmida?

Você sabia que a alimentação é fundamental para a qualidade de vida e para o bem estar do seu gato? Uma pelagem bonita e a ausência de doenças são os sinais de que o seu felino está sendo bem cuidado e recebe uma nutrição adequada e equilibrada.

Segundo o blog Perito Animal, a alimentação ideal para felinos deve conter no mínimo 26% de proteína e 40% de gordura, porém sabemos que em meio a tantas opções, muitos donos acabam não se atentando as essas especificações.

Mas e na hora de escolher? Quando o assunto é alimentação, uma das maiores dúvidas dos tutores é: seca ou úmida?

É importante lembrar que alguns animais que, por condições físicas ou por necessidades especiais precisam de uma dieta especial. Nesses casos a primeira recomendação é contar com a avaliação de um médico veterinário. Caso seu felino apresente uma idade avançada, esteja fora do peso ou esteja enfrentando problemas gastro intestinais ou renais (por exemplo) é bem provável que seja indicada uma nutrição específica.

Ração Seca

ração seca (em formato de grãos) é a opção mais comum entre tutores, principalmente para aqueles que possuem mais de um bichano em casa.

No mercado podemos encontrar opções para suprir a demanda nutricional de gatos castrados, que geralmente possuem um baixo teor calórico, e outras centenas voltadas para filhotes, sênior, controle de bolas de pelos, beleza da pelagem etc. A ração seca também pode ajudar na limpeza dos dentes e na eliminação de “bolas de pelo”.

Um ponto importante que deve-se levar em conta são os problemas urinários. A ração seca possui pouca água e seu gato não tem o hábito de se hidratar regularmente, no futuro pode ser que ele tenha insuficiência renal.

Ração Úmida

Há um mito, que a ração úmida é um alimento que apresenta muitos conservantes e com baixos níveis de nutrientes. Hoje o mercado e as fórmulas evoluíram bastante. Algumas apresentações são completas e podem substituir completamente a ração seca.

Diferente da ração seca, esse tipo de alimento exige um armazenamento diferente da ração seca, já que seu prazo de validade começa a expirar a partir da abertura do produto. Sua composição com cerca de 80% de água ajuda na hidratação e seu aroma e textura (suculenta), atraem ainda mais o paladar dos felinos.

No mercado podemos encontrar uma grande variedade de sabores, preços e opções, inclusive terapêuticas que tratam de doenças específicas com variações que apresentam quantidades reduzidas de carboidratos, presença de ômega 3 e 6, e com pelo menos 35% de proteínas.

Na hora de escolher, considere sempre os valores nutricionais apresentados no verso da embalagem e conte sempre com a orientação de um profissional.

E aí? Você costuma variar entre seca e úmida? Qual delas o seu gato mais gosta?

error

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado